Seguidores

segunda-feira, 14 de março de 2011

Majestade



Não sou músico ou crítico especializado na área. Todavia, uma razoável cultura musical, sensibilidade poética e devoção à fé cristã, me permitem, mesmo que limitadamente, a expressar alguns julgamentos a respeito do que ouço. Esse é o caso de Jill Viegas, que acaba de lançar o seu cd “Majestade” pela MK Music. As canções são marcadas por uma nítida sobriedade melódica, deixando a oportunidade para que o ouvinte não apenas se deixe levar pela sonoridade, todavia, que ele se concentre nas letras. Sendo assim, se torna evidente uma proposta de mensagem, o que torna o seu trabalho singular diante de outros gêneros musicais evangélicos que se preocupam mais com a quantidade de arranjos e solos excêntricos das guitarras, quando conceitualmente expressam um mensagem pobre e irrelevante. 


Como o próprio título do cd indica, sua proposta é evidenciar a pequenez do homem diante da grandeza de Deus. Dessa maneira, a condição humana em relação a ele sempre será de absoluta dependência. Curioso observar que esse é um conceito muito comum nos salmos davídicos: um Deus que pode tudo e um homem que não pode absolutamente nada, e que por isso é dependente dele. Destaques para as músicas: “Maravilhoso”, “Oxigênio”, “Há Vida em Ti” e “No Altar”.

Vale a pena conferir!

Um comentário:

Filipe disse...

estou em pleno acordo, as melodias não são apenas "melodias" tem um algo a mais, Deus fala através dessas canções. é de fato "Maravilhoso" rs..